Suco Pronto – O que olhar na hora de comprar

Atualmente devido a falta de tempo, recorremos as opções de alimentos prontos. Infelizmente isso é altamente prejudicial a nossa saúde. A maioria, senão todos, os produtos industrializados possuem altos teores de sódio, açucares e outros aditivos.

O ideal seria prepararmos nossa refeição, buscando sempre alimentos saudáveis que tragam benefícios a nossa saúde. Geralmente as indústrias alimentícias procuram nos conquistar com suas embalagens, principalmente as crianças. Colocam o personagem do desenho animado, figurinhas para colecionar. Mas temos que ter muito cuidado. O que estamos perdendo com toda essa praticidade?

Hoje falaremos sobre os sucos prontos, e o que devemos prestar atenção na hora de comprá-los.

Uma pesquisa realizada pelo Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) divulgada nesta semana faz um alerta aos pais. Ao beber a maioria desses sucos, nossos filhos estão consumindo muito açúcar e pouca fruta. De acordo com o Idec, foram testados em laboratório 31 mostras de néctares de sete marcas: Activia, Camp, Dafruta, Dell Vale, Fruthos, Maguary e Sufresh, em diferentes sabores.

Todas as amostras foram aprovadas na maioria dos quesitos técnicos, como acidez total. Porém, no que diz respeito à quantidade de fruta, dez produtos (32%) foram reprovados. De acordo com o estudo, eles simplesmente não contêm o teor de polpa ou suco de fruta exigido por lei. Segundo a norma do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento atualmente em vigor, o percentual mínimo de fruta varia de 10% a 40%, dependendo do sabor do néctar.

O Idec informou que a marca Maguary teve o pior resultado: três dos cinco néctares da marca avaliados têm uma quantidade menor de fruta do que o esperado. As marcas Camp, Dafruta, Fruthos e Sufresh tiveram, cada uma, dois sabores reprovados nesse quesito. Somente as bebidas da Activia e da Dell Vale foram aprovadas em todos os sabores. Esses sucos levam muito aromatizante, corantes e conservantes, altamente danoso à saúde.

sucos (1)

Um suco que é recomendado é o suco Natural One. O diferencial da marca, recém-lançada, é um suco integral que passa por um processo de pasteurização a frio para preservar as propriedades da fruta. O grande desafio dentro do mercado é mostrar para o consumidor qual a diferença de um néctar, do suco integral, de uma bebida mista e do suco concentrado.

Para atingir esse objetivo, a empresa estampa nas embalagens a quantidade exata de frutas usadas – um recipiente de quatro litros contém 56 laranjas, nada de suco concentrado. O produto também ocupa as gôndolas refrigeradas dos supermercados.

Outro suco que é recomendado é o sucos “do bem”, assim, escrita com letras minúsculas mesmo, já está no mercado desde 2007 com produtos naturais e sem conservantes vendidos em embalagens Tetra Pak.

O mais importante não é só olhar a caloria na informação nutricional, mas também as fibras, proteínas e vitaminas que a bebida tem.

Sabemos que devemos beber o suco logo após seu preparo, para suas vitaminas não oxidarem. Mas é melhor nossos filhos beberem um suco natural, livre de açucares, conservantes e tantas outras coisa. Por isso prepare e congele, desta maneira na hora do lanche escolar ele terá um suco saudável para se refrescar.

Em 2012 a marca Ades foi processada, pois uma dona de casa encontrou uma colônia de fungos dentro da caixa de suco de uva. Em 2013 o incidente ocorreu novamente, desta vez no suco de maçã.

Depois de algumas pesquisas, a Anvisa descobriu que, na verdade, ao invés de suco, a caixa tinha uma solução de produto de limpeza (água e soda cáustica). Pois é. Foi determinada então a suspensão da fabricação, distribuição, comercialização e consumo, em todo o território nacional, de determinados produtos da Ades, por um curto período de tempo.

Em 2011 outro incidente ocorreu, mas desta vez não foi com suco. Foi com Toddynho. Um lote todo foi distribuído com pH fora do normal (superior ao de água sanitária). Como resultado, um bocado de consumidores do Rio Grande do Sul passou mal.

A Pepsico alegou que, durante a limpeza de alguns equipamentos na fábrica, vazou água e detergente para as caixinhas.

Então temos que ficar alertas. Estamos pagando um alto preço por essa praticidade.

Faça um Comentário

Leia também esse artigo: