Redução de estômago – Riscos

Quando nada mais adianta para conseguir perder peso e as expectativas se perderam, então é hora de procurar um médico para pedir ajuda. Existem casos de pacientes que necessitam da cirurgia de redução de estômago para poder ter vida normal.

Esse tipo de cirurgia só é indicado para pessoas que possuem IMC acima de 40 ou quando o valor esta entre 35 e 40. Depois da cirurgia de redução do estômago ele passa ater capacidade para apenas 20 mililitros, que é apenas uma xícara de café, pois antes ele aguentava até 1,5 litros. Dessa forma a pessoa operada pode perder até 40% do seu peso.

Cuidados a serem observados no pré-operatório

Antes de fazer a cirurgia o paciente deve passar por uma serie de exames físicos e psicológicos é preciso perder um pouco de peso, adotar uma dieta equilibrada, fazer fisioterapia para melhorar a função pulmonar e passar por uma avaliação clínica completa. Tomando esses cuidados o risco de morte cai para praticamente 1%. Vale lembrar que o acompanhamento psicológico é fundamental para preparar o paciente a nova adaptação, pois vai perder muito peso e modificar sua aparência completamente. As perdas mais significativas ocorrem durante os 12 primeiros meses, após esse período a balança se estabiliza.

Riscos da Cirurgia Bariátrica

Os principais riscos que podem ocorrer depois da cirurgia de redução do estômago são:

  • Ganhar peso novamente – geralmente 10% das pessoas que fazem a cirurgia voltam a ganhar peso novamente por não fazer o acompanhamento necessário. Geralmente essas pessoas sofrem por compulsão alimentar.

Cirurgia Bariátrica

 

  • Náuseas e vômitos – esse é um dos riscos mais comum nesse tipo de cirurgia devido a ingestão de alimentos mastigados de forma incorreta por excessos de alimentos ingeridos.
  • Distúrbios nutricionais – em algumas técnicas é retirado um pedaço do estômago que é responsável pela absorção de vitaminas tendo que fazer a reposição via oral ou injetável.
  • Distúrbios psicológicos – com a redução do estômago a produção de serotonina se torna menor, como ela é responsável  por um grande papel no sistema nervoso pode ocorrer depressão e outras doenças mentais.

Outras complicações também podem aparecer como pedras na vesícula, hérnia abdominal, fraqueza, sudorese, debilidade e diarreias após a alimentação. Por isso é importante procurar um médico para que ele possa fazer a avaliação do organismo e o melhor procedimento a ser tomado.

Faça um Comentário

Leia também esse artigo: