O ciúme pode arruinar a sua relação

Esse pequeno monstrinho chamado ciúme é um mal comum em muitas relações. Se você não o controlar, ele pode criar feridas fatais no seu relacionamento. Pode levar a brigas desnecessárias, perdas de desconfiança e até mesmo acabar com o romance entre duas pessoas.

Ironicamente, o ciúme tende a aumentar ao longo que a relação avança, uma vez que há muito mais sentimento em jogo e pode acabar por perder a pessoa que você realmente ama.

O que é o ciúme?

O ciúme acontece quando você sente um forte desejo pelo status ou pelo que uma pessoa possuí. No entanto, num contexto social, faz com que você se sinta duvidoso acerca das intenções do seu parceiro e até se sinta ameaçada pela a interação que ele tem com outras pessoas.

No entanto, há diferentes graus para o cíume:

Ciúme “Bonitinho”

O ciúme não tem de ser necessariamente algo negativo. Como você sabe é normal um homem ter dúvidas em relação à sua parceira (e vice-versa). Como por exemplo: O seu parceiro provavelmente não se sentirá à vontade que você vai até um bar de strip com as suas colegas, ou não gosta quando você lisonjeia um modelo da revista. Estas reações são normais e não devem causar qualquer tipo de consequência negativa.

Ciúme Saudável

Da mesma maneira que um homem se preocupa quando a sua namorada vai na balada com alguns rapazes, ou mesmo quando assiste a um pequeno “flirt” entre outro homem e a sua companheira, isto também faz parte de um ciúme saudável e você deve encarar isto com uma forma do seu companheiro querer o seu bem-estar.

ciumes

Ciúme Compulsivo

O problema surge quando a agressividade e/ou a violência acompanham o ciúme. Uma vez que você sente um comportamento obsessivo em relação ao seu parceiro e começa a duvidar a sua lealdade para consigo (ou vice-versa), isto pode levar a que surja um acumulado de raiva e até que use a força física.

Você começa a perder o seu nível de tolerância e inicia a fase de comportamento compulsivo. Você exige saber onde o seu parceiro está, a todo o momento; quando o seu parceiro olha para outra mulher ou quando menciona o nome dela, você começa a sentir que fica fora de si e isso a “envia” para o fim do poço.

Como tratar o ciúme?

O primeiro passo será reconhecer que você sente ciúme. Não pode resolver o problema, sem saber que o tem. As pessoas têm a tendência para negar as emoções em detrimento de as confrontar. Se já notou que se sente desconfortável com o ciúme e tem a consciência de que o seu ciúme pode ser prejudicial para si e para o seu parceiro, está dado o primeiro passo para conseguir superar esse problema da melhor maneira.

De seguida, reflita sobre o que pode ter criado este problema. Alguma coisa, provavelmente, fez com que você se começasse a sentir dessa maneira: Pode ter adquirido por experiências amorosas passadas que não correram da melhor maneira; se já alguma vez foi traída e tem medo que se repita; se você tem uma baixa auto estima ou pouca confiança em si mesma, pode sentir que não se sente à altura do seu companheiro, que ele é bom demais para si; vê-lo a interagir com outras mulheres pode significar para si uma ameaça, um receio de perder o seu companheiro. Tente identificar a causa para a sua resposta emocional.

Fale com o seu companheiro sobre o seu sentimento de ciúme. Não o acusa ou seja exigente, abra o seu sentimento e converse sobre os medos que você tem e o que criou esses receios. Discutam sobre o assunto os dois e tentem acabar com esse problema em conjunto. O seu companheiro pode ajudá-la a afastar os seus medos e ensinar-lhe como você pode evitar que o ciúme tenha controle sobre si e implemente as soluções, que acharam juntos, na vida diária.

Por fim, tente encontrar um hobbie ou uma atividade que possa fazer sem o seu parceiro por perto. Isto não significa ter de passar menos tempo com ele, ou ter de o afastar. O ciúme muitas vezes aparece quando passa muito tempo com o seu parceiro, quando começam a investir de verdade na sua vida a dois: você sente que não é nada se não estiver com ele. Tenha algumas aulas em algo que você gosta. Fale com o seu parceiro sobre sair à noite sozinha com os/as seus/suas colegas, algumas vezes. Tente descobrir algumas coisas que você pode fazer, à parte de ser uma excelente parceira. Isto ajuda a promover um senso de identidade individual e realmente faz com que o vínculo com o seu parceiro fique mais forte.

Dica:

Evite espiar ou bisbilhotar quando o sentimento de ciúme surgir. Espiar não tem um efeito positivo na sua relação, pelo contrário pode tornar as coisas bem pior. Pense da melhor maneira acerca do seu parceiro e aprenda a confiar nele, isto ajuda a controlar melhor o seu sentimento de ciúme.

E você, acha que pode ter um ciúme prejudicial para a sua relação?

Faça um Comentário