Tratamentos de redução de medidas – quais os mais indicados

Com tantas alternativas e programas de emagrecimentos que o mundo fitness tem a oferecer, fica difícil de não encontrar algo que lhe agrade e faça a diferença na sua vida e na sua saúde. Além de praticas convencionais e conhecidas como a caminhada, corrida, bicicleta, academia, hidroginástica, pilates e etc.

Ainda existem outras alternativas para aquelas pessoas que mesmo com isso tudo, não conseguiram se ver livres daqueles excessos de gordurinhas localizadas que atrapalham e incomodam tantas pessoas. Pensando nisso foi que criamos esse tópico para destacar a você cirurgias de redução de medidas e suas principais indicações e métodos mais utilizados para realizar o sonho da remoção daquele excesso.

Lembre-se que nada pode substituir uma vida regrada e equilibrada

Por mais que se façam cirurgias e correções estéticas, nunca se conseguirá suprir o que uma boa dose de exercícios físicos faz aliado de uma boa alimentação.

Tratamentos de redução de medidas – quais os mais indicados

A prática de exercícios físicos é de grande importância, afinal de contas, através deles é que conseguimos combater inúmeras doenças que poderiam se beneficiar de pessoas que tem em suas vidas o sedentarismo como alternativa de laser nas horas vagas. Portanto, é de suma importância praticar exercícios físicos até mesmo depois de passar por algum procedimento cirúrgico ou corretivo para com a redução de medidas para que você não volte a ter aquele corpo flácido e com excesso de gordura. Procure fazer exercícios por no mínimo 1hora, 3 vezes por semana.

Vale a pena também seguir as recomendações acerca de uma boa alimentação. Não esqueça que o ser humano precisa de uma série de componentes que não serão encontrados apenas em um grupo de alimentos. Sendo assim, procure alimentar-se de 5 a 6 vezes por dia e de preferência de prioridade para alimentos como verduras, legumes, frutas, cereais e carne branca.

Se você se alimentar de forma equilibrada e aliar isso à pratica de exercícios físicos, estará eliminando as chances de precisar passar por algum procedimento cirúrgico. Porem, se mesmo assim acaba por ser necessário fazer uso desse recurso, poderá ter certeza que a sua adaptação será muito maior se já tiver com esses bons hábitos em dia.

Tipos de procedimentos para redução de medidas

Procedimentos não cirúrgicos

Esse procedimento tem ganhado destaque no cenário pelo simples fato de não ser incisivo e indolor. Com isso, ele não agride o corpo como ocorre com as cirurgias plásticas convencionais.

Em se tratando de eficiência, a ultracavitação é excelente e faz com que até mesmo a pele fique com um aspecto melhor e mais bonito, deixando de lado aquelas marcas que a celulite deixa. Da mesma forma, a ultracavitação trata aquelas gorduras localizadas, fazendo com que excessos de gorduras nos culotes, região abdominal e demais partes do corpo diminuam.

Esse tratamento tem como principal característica eliminar a gordura a nível celular. Isso é bem difícil de acontecer através de métodos não invasivos, porem, a ultracavitação consegue essa proeza.

Ultracavitação-

Esse procedimento é considerado o numero 1 do Brasil quando o assunto é cirurgia plástica. Porem, deve-se entender que ele não serve para emagrecer, mas sim remover o excesso de gordura localizada de uma determinada região. Portanto, pacientes que procuram esse tipo de tratamento e são consideradas pessoas que estão acima do peso(sobrepeso), devem antes de passar pelo procedimento, tentar emagrecer para diminuir aquela gordura que fica localizada na parte intra-abdominal.

Vale a pena destacar esse procedimento cirúrgico requer cuidado e sua recuperação não é muito confortável é o método mais indicado para reduzir as medidas.

Portanto, deve-se ter em mente que o importante é procurar um profissional adequado para fazer esse procedimento cirúrgico. Vale a pena nesses casos pagar mais caro, ao invés de procurar um profissional que cobre barato e que não tenha o devido conhecimento.

Faça um Comentário

Leia também esse artigo: