Dietas

Ervas medicinais para emagrecer

O desejo de 9 em cada 10 mulheres é perder alguns quilinhos. Infelizmente não existe segredo para isso. Temos que ter disciplina e determinação. Seguir uma dieta balanceada, praticar uma atividade física regulamente, são regras fundamentais para iniciar o processo de emagrecimento. Mas como os padrões de beleza sugerem, quanto mais elegante melhor. Então devemos recorrer a tudo que nos auxilia na aceleração do processo tal como as ervas medicinais.

Sim,  as ervas medicinais ajudam a emagrecer. Para fazer uso delas devemos conhecer as combinações adequadas e evitar misturar mais de 3 tipos diferentes. As ervas interagem entre si, podendo potencializar seus ativos ou inibir seus benefícios. E o objetivo é que seja potencializado o efeito emagrecedor! Para isso, 3 tipos diferentes de ervas serão então o suficiente.

Não mude a mistura que você escolheu por três dias, pois o organismo precisa desse período para agir de maneira eficaz e obter o resultado que os ativos prometem. Depois de três dias, é aconselhável mudar a mistura, mesmo que mude apenas uma das ervas que compôs a primeira mistura, assim você evitará os riscos de toxicidade.

Ervas medicinais

Recomenda-se comprar em lojas especializadas, que garantam o procedimento e armazenamento das ervas. O ideal é sempre misturar uma erva de cada grupo. Os grupos são:

  • ervas termogênicas (aceleram o metabolismo, favorecendo a queima de gordura)
  • ervas desintoxicantes (eliminam as toxinas, deixando o organismo menos resistente ao emagrecimento)
  • diuréticas (evitam a retenção de líquido, contribuindo para uma barriga lisinha)

Ervas termogênicas

As ervas termogênicas atuam na aceleração do metabolismo, no aumento da queima calórica e consequentemente de gordura. Algumas também têm ação lipolítica (quebram a molécula de gordura já acumulada no organismo), além de reduzir os níveis de colesterol. Vamos ver quais são elas:

  • boldo (Pneumus boldus)
  • carqueja (Baccharis trimera)
  • chás verde, branco e vermelho (Camellia sinensis)
  • casca de laranja amarga (Citrus aurantium)
  • fucus (Fucus vesiculosus)
  • guaçatonga (Caesaria sylvestris)
  • hibisco (Hibiscus sabdariffa)
  • salsaparrilha (Smilax spp).

Ervas desintoxicantes

Essas ervas filtram as gordura e as toxinas que sobram do processo metabólico e eliminam através da urina. Essas substâncias em excesso no organismo, impossibilitam o bom funcionamento do sistema linfático e dificultam a perda de peso. As ervas desse grupo também reduzem a formação de gases, evitando a sensação de barriga inchada e volumosa.Vamos conferir quais são elas:

  • alecrim (Rosmarinus officinalis)
  • bardana (Arctium lappa)
  • camomila (Matricaria recotita),
  • capim -cidreira (Cymbopogum citrato),
  • cardo-santo ou cardo-mariano (Carduus sanctus)
  • centelha (Centella asiatica)
  • coentro (Coriander spp),
  • dente-de-leão (Taraxicum officinalis)
  • erva-doce (Pinpinella anisum)
  • espinheira-santa (Maytenus ilicifolia)
  • hortelã (Mentha piperita) e
  • sálvia (Salvia officinalis)

Ervas diuréticas

Essas ervas agem facilitando a filtragem da linfa (líquido que carrega as impurezas para fora do organismo)facilitando assim a eliminação das toxinas pela urina, combatendo o inchaço e acelerando no processo de emagrecmento. Algumas ervas diuréticas:

  • alfafa (Medicago sativa)
  • borragem (Borago officinalis)
  • cabelo de milho (Zea mays)
  • cavalinha (Equisetum arvense)
  • quebra-pedra (Phyllantus niruri)
  • sete sangrias (Cuphea balsamona).

Ervas medicinais

Combinações de ervas ideais

1. Chá branco + hibisco + carqueja: o mix exerce ação desintoxicante, eliminado toxinas e gordura, além de melhorar o funcionamento do intestino. E tudo isso faz você perder peso.

2. Dente-de-leão + centelha + alfafa: com alto poder diurético, drena o excesso de líquido e ajuda a varrer para fora do organismo as toxinas que, em excesso, fazem você acumular peso.

3. Chá verde + boldo + cavalinha: potente termogênico, acelera a queima de gordura. Também auxilia na limpeza das toxinas, fazendo o organismo responder melhor à dieta.

4. Carqueja + centelha + cavalinha: tem efeito diurético, pois melhora o funcionamento do fígado. Isso ajuda a desinchar rapidamente, deixando a barriga mais lisinha.

Como preparar nosso chá emagrecedor:

5. Dente-de-leão + chá verde + hibisco: acelera a queima de gordura, além de melhorar o metabolismo do açúcar e da gordura. Com isso, evita que essas substâncias colaborem para o aumento da cintura.

Coloque as ervas (1 colher de sopa de cada uma, com exceção do chá verde que deve ser usado em menor quantidade: apenas 1 colher de sobremesa) em um recipiente de vidro ou porcelana. Metais como inox ou alumínio alteram as propriedades do chá. Em uma chaleira à parte, leve 1 litro de água ao fogo e, assim que começar a ferver, jogue sobre as ervas. Abafe com uma tampa ou um pires por 10 minutos. Coe e beba frio ou quente, no intervalo das refeições.

Nunca reaqueça o chá nem adicione açúcar, isso também interfere nos benefícios de seus ativos.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *