Erros para quem tem pressa em emagrecer

Atualmente 9 entre 10 mulheres desejam perder uns quilinhos. Abrimos as revistas, olhamos as vitrines e televisão e só nos deparamos com mulheres esguias.

E como não é de hoje que a mídia flerta com a moda, tendo muita influência sobre nós, queremos nos parecer com essas modelos e atrizes lindas e poderosas, mesmo que para isso tenhamos que por em risco nossa saúde. Fazemos um monte de besteiras para conseguirmos alcançar nosso objetivo. O mais é comum desistirmos logo que começamos, pois na maioria das vezes o processo é longo, não conseguimos seguir sem um acompanhamento médico especializado. Ficar muitas horas sem comer, nos proibir de comer o que gostamos são atitudes que nos levam a desistirmos antes de alcançar nosso objetivo. Mas, a mídia não só nos traz o padrão imposto, mas também a receita que devemos seguir para fazermos parte desse universo.

Dietas radicais com os mais variados nomes, onde o objetivo é sempre o mesmo, perder peso rapidamente. Pensamos que sim, é possível perder 15 quilos em 1 mês, então não nos preocupamos e seguimos comendo excessivamente. Porque quando precisarmos perder aqueles quilinhos adquiridos, principalmente, durante o inverno, ou até mesmo, antes de uma viagem, abriremos uma revista e escolheremos qual dieta iremos iniciar. Essas dietas trazem promessas falsas, porque é impossível determinar quantos quilos conseguiremos eliminar em um determinado período.

Erros-para-quem-tem-pressa-em-emagrecer-02

O recomendado é procurar um médico especializado, como uma nutricionista ou endocrinologista. O profissional diagnosticará através de uma avaliação nutricional e de uma avaliação antropométrica os riscos que o sobre peso pode trazer a saúde associado aos valores muito altos ou baixos de gordura corporal, risco de saúde relacionado ao excesso de gordura abdominal e estimar o peso corporal ideal.

Vamos conferir alguns erros que algumas pessoas cometem devido à pressa em emagrecer.

Algumas pessoas quando iniciam uma dieta, excluem os carboidratos de sua alimentação. Para emagrecer não é necessário abrir mão dos carboidratos. Podemos trocar o carboidrato simples pelos integrais. Possuem menores índices glicêmicos e, portanto, liberam o açúcar no sangue lentamente, proporcionando uma sensação de saciedade mais duradoura, ainda melhoram o trânsito intestinal. São eles: arroz integral, 7 grãos, lentilha, batata doce, mandioca, macarrão integral, farinha de trigo integral, aveia. O carboidrato é nossa principal fonte de energia, sem ele, logo ficaremos cansados e desanimados e consequentemente desistiremos da dieta.

Listar os alimentos ajuda na dieta

Anote tudo que for comer. Acreditamos que comendo pouco no café da manhã, almoço e janta poderemos emagrecer mais. Mas estamos enganados, muitas vezes sem perceber, devido à fome, comemos um biscoito do colega, um picolé na lanchonete e uma barrinha após desligar o telefone, quando notamos, já consumimos mais calorias do que no almoço. Por isso a importância de consumir uma refeição completa. Onde contenha uma porção de carboidratos, uma porção de proteína e no mínimo 2 tipos de salada e legumes.

Passar longos períodos de tempo sem comer porque queremos emagrecer rapidamente é outro erro. Períodos prolongados de jejuns só diminui nosso índice de massa magra. O organismo armazena toda aquela energia que foi ingerida para o próximo jejum, e retirará a energia para realizar tarefas diárias e vitais dos músculos. E a energia que foi estocada se transformará em gordura. Quanto menos for nosso índice de massa magra, mais tempo levaremos para perder peso. Os músculos necessitam de mais energia para sua manutenção, portanto, mesmo quando estamos em repouso estamos consumindo energia e automaticamente queimando calorias.

Erros-para-quem-tem-pressa-em-emagrecer-01

Tratar as causas do engorde

Para conseguirmos alcançar nosso objetivo e, o mais importante, mantermos permanentemente os quilos eliminados temos que tratar a (s) causa(s) dessa ânsia pela comida. Ela pode originar-se por diversos fatores sejam eles psicológicos, distúrbio hormonal ou hábitos errados. Quando seguimos uma dieta restritiva por um pequeno período de tempo, não conseguimos mudar nossos hábitos, o que é imprescindível para o sucesso de uma dieta. Nosso organismo demora a se acostumar com novos hábitos. Temos que muda-los gradativamente.

Lembre-se sempre, não existe uma fórmula mágica. Se você quer emagrecer, terá que passar pelo solitário e longo processo de emagrecimento e praticar atividade física regularmente. Caso decida seguir dieta de alguma revista, preste atenção se ela oferece os nutrientes, como vitamina e minerais, que o organismo necessita para seu bom funcionamento.

Faça um Comentário