Dietas

Dieta: como substituir a salada

Sempre que pensamos em dieta a primeira coisa que vem na cabeça são pratos e pratos cheios de salada, folhas verdes e legumes.

Mas quem não é muito fã das saladas pode torcer o nariz para essas dietas e achar que não tem jeito de emagrecer sem investir na salada, claro, incluir saladas e legumes pode dar um gás na sua dieta, principalmente por que a maioria desses alimentos ajudam na saciedade e tem poucas calorias, assim, consumir grande quantidade deles ajuda a aplacar a fome e não engordam.

Dieta: como substituir a salada

Mas, quem não vê possibilidade de incluir mais verde na sua dieta, pode fazer substituições inteligentes para emagrecer bem e com saúde. A dica é investir em outros alimentos ricos em fibras, que vão ajudar a aumentar a saciedade além de auxiliar o intestino a funcionar corretamente, exemplo de alimentos ricos em fibras são os alimentos integrais, quinoa, amaranto, que trás inúmeros benefícios a saúde, assim como a chia, que ao entrar em contato com a água, aumenta de volume, trazendo maior saciedade e diminuindo a ingestão de comida.  Além disso, incluir leguminosas como ervilhas, feijão, soja e grão de bico, complementa a alimentação sem aumentar muito o consumo de calorias.

Agora, se você gosta de alimentos aquecidos e refogados, pode usar esse tipo de preparo para dar uma melhorada no gosto de legumes e fazer pratos quentes e saudáveis para ter uma alimentação saudável e não deixar a dieta de lado.

Dieta: como substituir a salada

Por exemplo, que tal fazer um cozido colorido de cenoura, abobrinha, chuchu e couve flor para acompanhar um frango grelhado, se o tempo é curto, você pode investir em alimentos que não precisam ser acompanhados durante o preparo, por exemplo, berinjela e abobrinha podem ser cortados em fatias médias e assados no forno, basta colocar um fio de azeite, temperar com um pouco de sal e pimenta e deixar os legumes no forno por alguns minutos, ficam saborosos e saudáveis.

Outro cuidado a ser tomado é não substituir a salada e legumes por alimentos em conserva, ao invés de estar ajudando na dieta, você pode estar incluindo grandes vilões no seu cardápio e atrapalhando seus esforços. Muitas vezes quem não gosta de salada ou tem preguiça de lavar as folhas e preparar uma salda apetitosa, acaba substituindo esses alimentos pelos em conserva como: champignon, palmito, milho, grão de bico e ervilha, mas como todo alimento industrializado, eles contém alto teor de conservantes e sódio. Isso pode fazer com que o metabolismo fique lento e o corpo retenha líquido, prejudicando a dieta e diminuindo a perda de peso.

Por isso a dica é investir em legumes assados, refogados ou cozidos, além de alimentos ricos em fibras. Mas atenção, esses alimentos são mais calóricos que a boa e velha salada, por isso, o consumo deve ser moderado, além disso, sempre que consumir grande quantidade de fibras, é importante aumentar o consumo de água para manter o bom funcionamento do organismo.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *