Dietas

Confira os horários mais perigosos da dieta

Nove entre 10 pessoas desejam emagrecer. Mas infelizmente não é tarefa fácil. Quem nunca começou o dia decida a iniciar uma dieta e ao passar das horas não resistiu à tentação e devorou um docinho.

Claro que isso não pode nos fazer desistir de nosso objetivo, mas também não pode se transformar em um hábito.

Hoje veremos quais são os horários em que sentimos mais vontades de comer o que não deveríamos.

Antes do almoço:

Se você não ingeriu a quantia suficiente de alimentos no café da manhã, ou simplesmente pulou esta refeição, você estará mais propenso a cair na tentação. O café da manhã é a refeição mais importante do dia. É o responsável por nos fornecer a energia que precisamos para estarmos dispostos ao longo do dia.

Mesmo que você tenha tomado seu café da manhã, mas não ingeriu nada até a hora do almoço, provavelmente você comerá mais que o necessário nesta refeição.

Uma ótima dica para o café da manhã é consumir uma porção de carboidrato integral e uma porção de proteína magra. Assim, teremos energia para realizarmos nossas tarefas e praticarmos nossa atividade física, fundamental para quem está em processo de emagrecimento.

Não abra mão dos lanches intermediários, as opções mais indicadas são: um iogurte natural desnatado adoçado com mel e granola, ou uma fruta, ou sementes e oleaginosas.

Confira-os-horários-mais-perigosos-da-dieta-01

Longos períodos em jejum fazem com que o corpo armazene o alimento em forma de gordura. É um mecanismo de defesa, pois o organismo não sabe a hora que nós o reabasteceremos.

Mas não basta somente não pular nenhuma refeição, temos que, em cada refeição, consumir “alimentos certos” .

Proteínas, que são digeridas lentamente e aumentam o gasto calórico do organismo e ainda promovem maior saciedade.

Saladas que são ricas em fibras, que também nos saciam por um período maior e melhoram o trânsito intestinal.

À tarde

Como a energia obtida no almoço já foi utilizada, a sensação é de que precisamos repô-la.

À noite

Esse período, geralmente é o mais perigoso, pois é quando chegamos em casa e estamos mais tranquilos, podendo dispensar nosso tempo para uma longa refeição, que muitas vezes não é possível durante o dia. Muitas pessoas acabam se alimentando de forma errada, optam por lanches rápidos pela falta de falta de tempo, mesmo sabendo que não possuem todos nutrientes necessários. Então, fique atenta, siga algumas dicas para não se exagerar no jantar.

Dicas Preciosas:

– Não chegue em casa com fome. Deixe na bolsa ou no carro uma fruta ou uma barra de cereais,

– Antes de ir jantar, tome um banho e tente descansar uns minutinhos.

– Tente identificar o que te faz comer sem parar.

– Tente não comer em frente à TV, neste momento não prestando a atenção na quantidade que come devido à distração.

– Observe a que tipo de programa assiste. (programas de notícias ou com alguma tensão).

– Tenha na geladeira ou no armário alimentos leves e saudáveis (frutas, verduras ou conservas ou iogurtes).

Após o jantar

Isso ocorre devido ao relaxamento e acreditamos que merecemos uma recompensa por tudo que fizemos durante o dia. Isso denomina-se de fome hedónica (prazer obtido através do consumo de alimentos palatáveis, mais do que as necessidades energética).

Confira-os-horários-mais-perigosos-da-dieta-02

Experimente caminhar por cerca de 15 minutos, isso reduz os desejos por chocolate. A atividade física estimula a produção do hormônio endorfina, responsável pela sensação de bem estar. Se você conseguir resistir a uma tentação por cerca de dez minutos, é provável que ela passe. Mas, é preciso ficar atenta, já que sentir fome logo após a refeição pode não ser apenas sinal de um jantar que não satisfez, pode ser que não tenha ingerido carboidratos suficientes nas refeições principais, isso fará com que você fique com vontade de doce, porque o organismo pode esta necessitando glicose.

Devemos sempre prestar atenção e nos questionarmos se estamos realmente com fome ou estamos apenas com vontade de comer alguma coisa. Para isso basta fazermos o teste. Se estivermos realmente com fome, comeremos uma fruta, uma castanha, um iogurte, mas se não estivermos com fome escolheremos algo específico e muitas vezes calórico para comer.

Segundo uma pesquisa publicada no periódico American Journal of Clinical Nutrition, descobriu se que pessoas que comem enquanto fazem outras tarefas sentem -se menos saciada do que aquelas que concentram-se em sua refeição.

A ansiedade e depressão são alguns dos distúrbios psicológicos que promovem ansiedade. E a ansiedade é um dos fatores que faz com que sintamos vontade de comer excessivamente. Recomenda-se consultar um médico especializado para ele orientar o melhor tratamento para este caso.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *