Como evitar Câibra

Primeiro é preciso entender a câibra para depois poder tratá-la. Com certeza milhares de pessoas sofrem com câibras noturnas que são as mais comuns.

Na maioria das vezes ela interrompe o sono e provoca dores insuportaveis prejudicando o dia a dia das pessoas. Mas como tratar tamanho inconveniente? O que são essas dores horriveis? Bem a câibra é um espasmo ou contração involuntária dos musculos, normalmente ela é muito dolorosa e pode afetar um ou mais musculos no mesmo instante e pode durar alguns segundos ou até minutos.

Câimbra-Como-Evitar-01

Os músculos que podem apresentar caibras são os voluntarios como:

– Panturrilhas ou batata da perna

– Músculos posteriores e anteriores da coxa

– Pés

– Mãos

– Pescoço

– Abdômen

O que causa as câibras

Normalmente as câibras são causadas por uma hiperexcitação dos nervos que estimulam os músculos através de atividades fisicas muito vigorosas, desidratação, gravides, fratura óssea, miopatias, entre outros. Portanto é importante observar as causas da câibra para que ela possa ser tratada da maneira correta por um médico através do diagnóstico elaborado através de exames. Cabe a cada paciente observar o seu dia a dia e qualquer mudança de comportamento que possa ter levado ao surto de câibras.

Câimbra-Como-Evitar-02

Como evitar as câibras

Para evitar as câibras é necessário fazer uma sessão de alongamentos antes e após os exercícios fisicos, pois os musculos que estão contraidos por causa da pressão das atividades vão relaxar proporcionando sensação de alivio nas tensões. Para aquelas pessoas que sofrem com câibras noturnas a dica é a mesma, antes de deitar fazer no mínimo quinze minutos de alongamento para relaxar os musculos e evitar que sofram contrações involuntárias a noite. Comer banana também é uma ótima opção, pois ela é rica em magnésio e potássio repondo os niveis, hidrata e também fornece energia que é a glicose para os musculos. Agora que vocês já sabem o que fazer para combater as câibras é só seguir as dicas.

Faça um Comentário

Leia também esse artigo: