Alimentação saudável

Perder peso comendo de tudo é a dieta mais saudável que podemos fazer. O nosso organismo precisa de todo o tipo de alimentos para se manter saudável.

A diferença está na quantidade necessária de cada alimento para um funcionamento correcto e saudável do organismo. Se ingerirmos mais calorias que aquelas que gastamos, obviamente elas ficarão acumuladas. Mas se ingerirmos as quantidades certas de cada alimento, podemos manter uma dieta equilibrada e manter-mo-nos sempre magras.

Se o objectivo é realmente perder peso que já tem em demasia, aí sim, faz sentido uma dieta de emagrecimento para ajudar a chegar ao peso desejado num período de tempo mais ou menos aceitável. Deve começar-se com uma dieta de desintoxicação ou dieta do limão, por exemplo, que devem ser feitas por curtos períodos de tempo, e depois adoptar uma dieta menos radical até atingir o peso desejado.

Quando se faz uma dieta para emagrecer e se atinge o peso ambicionado, o que acontece muitas vezes é haver um desleixo e voltar a comer tudo de forma irracional, o que faz com que se volte ao peso anterior com muita facilidade.

Portanto, e se o ideal é manter o peso depois da dieta, o melhor mesmo é adoptar um regime alimentar saudável, no qual não precise de se privar de qualquer tipo de alimento para que não haja o efeito negativo da privação.

Existem diversas dietas que podem ser adoptadas como regime alimentar saudável, algumas, já escrevi sobre elas aqui no blog como é o caso da dieta mediterrânica, que não é uma simples dieta de emagrecimento, mas sim, um regime alimentar bastante equilibrado.

alimentos-saudaveis

Existem grupos ou tabelas de alimentos que todos já vimos ou ouvimos falar. Estas tabelas dividem os alimentos dando relevância aos que mais devemos consumir que são, a título de exemplo:

  • Frutas e legumes: Contém as mais variadas vitaminas, fibras vegetais, sais minerais e hidratos de carbono. Indispensáveis ao correcto funcionamento do organismo.
  • Leite e derivados: Contém cálcio, magnésio,  proteínas, sais minerais, vitaminas A, B e D e gorduras naturais. Importante para a formação óssea, por exemplo.
  • Cereais: Contém fibras, hidratos de carbono (de lenta absorção), vitamina B e amido. Excelentes para regular o trânsito intestinal e dar energia.
  • Gorduras: De preferência azeite de oliva ou oleo de girassol ou amendoim: Contém ácidos gordos essenciais e proteína vegetal. O azeite extra-virgem ajuda a reduzir o mau colesterol LDL devido à quantidade de gordura monoinsaturada que possui. O azeite é rico em polifenóis, que reduzem a formação de radicais livres responsáveis pelo envelhecimento e doenças degenerativas. As gorduras são ainda uma excelente fonte de energia, mas devem ser consumidas em pequenas quantidades.
  • Água: Já aqui falamos dos benefícios da água na dieta. O seu consumo é essencial para manter a hidratação corporal e manter o bom funcionamento do organismo na generalidade.

Para manter uma alimentação saudável devemos ainda, limitar o consumo de açúcar e sal. E como quase sempre refiro, é importante manter uma” mente sã em corpo são”, e para tal, evitar o stress e praticar exercício físico são essenciais. O exercício físico, além de um grande aliado para manter um peso equilibrado queimando calorias é indispensável também para tonificar o corpo e ajudá-lo a manter-se saudável física e psicologicamente.

Quanto mais colorido for o seu prato a cada refeição, mais saudável será. A cor dos alimentos é uma das características que demonstra a diversidade de nutrientes neles contidos. Quanto mais variedade tiver, mais completa será a sua alimentação.

Faça um Comentário

Leia também esse artigo: